As tecnologias vão substituir as brincadeiras tradicionais?

As tecnologias vão substituir as brincadeiras tradicionais?

Emi Emi 27 jun 2022

Atualmente, as tecnologias nos auxiliam todos os dias e facilitam nossas rotinas. Como elas se tornaram parte de nossas vidas, se tornaram também parte das vidas de nossas crianças.

Cada vez mais, surgem tablets, celulares e brinquedos tecnológicos destinados aos pequenos e as brincadeiras tradicionais começam a perder espaço. Dessa forma, o meio digital pode ser uma ferramenta de ensino ou um novo vício, dependendo de como for utilizado.

Logo, é fundamental ter atenção e cuidado em relação ao uso da tecnologia por parte das crianças. Nesse sentido, nós, do Tudo Educação, selecionamos as principais dicas e informações sobre o assunto. Quer conferir? Vem com a gente!

Vá direto ao tópico de seu interesse:

Crianças brincando
Crianças brincando

O uso das tecnologias como recreação

A ESET realizou um levantamento e chegou à conclusão que 80% dos responsáveis ficam preocupados com os acessos dos filhos às redes on-line. Apesar disso, apenas 34% deles têm métodos de segurança digital para proteção das crianças.

Além das crianças, os jovens também têm substituído formas de comunicação tradicionais e utilizado a internet em excesso. Assim como mostra um levantamento estadunidense, que constatou que 54% dos jovens entrevistados usam os dispositivos móveis excessivamente. Os celulares também são os principais aparelhos usados para se conectar à internet no Brasil.

Mesmo que a tecnologia possa ser motivo de preocupação, o ensino através dela pode ser efetivo. Quando estimulado de maneira saudável, o uso de dispositivos e conexões pode promover diversos ensinamentos e lições.

Para além disso, ao estimular as diversas áreas do conhecimento, também se incentiva o desenvolvimento do pensamento cognitivo, lógico e comportamental das crianças. Contudo, especialistas indicam que crianças com menos de dois anos de idade não podem utilizar dispositivos tecnológicos. Isso porque, as informações presentes nas telas não são corretamente absolvidas nessa fase.

Depois dessa fase, você pode tentar introduzir conteúdos educativos e infantis, indicados por especialistas, de acordo com os gostos e desenvolvimento dos pequenos. Vale lembrar que é importante monitorar os conteúdos consumidos.

Atenção dos responsáveis

Para melhorar ainda mais o uso da tecnologia por parte das crianças, é essencial um acompanhamento de forma saudável. Abaixo, algumas alternativas de como acompanhar os acessos de suas crianças, sem invadir o espaço pessoal.

Imposição de limites

É importante estabelecer uma quantia de horas de conexão e um horário saudável para navegar, respeitando a rotina. Dessa forma, o máximo de horas deve variar de acordo com as idades e necessidades.

Para crianças menores, tente sempre equilibrar as brincadeiras convencionais com o uso da tecnologia, reduzindo o tempo on-line. Já para crianças maiores, avalie suas necessidades on-line, por exemplo, seus estudos. Não invada a privacidade, contudo, tente aproveitar o tempo de qualidade, exercícios e atividades tradicionais, como jogos e brincadeiras.

Monitoramento de conteúdo

Além de combinar o tempo de acesso, é importante monitorar o que é acessado. Assim, é possível utilizar a tecnologia a seu favor e proibir a abertura de conteúdos adultos ou inapropriados através de seu aparelho.

Também é preciso exercitar o diálogo e confiança em relação aos pequenos, deixando claro que é importante ter transparência e honestidade quanto ao que é acessado on-line. Também exemplifique como não se deve manter contato com estranhos ou abrir tudo aquilo que aparecer na tela.

Conscientização

Por fim, é extremamente necessário que você não deixe a criança de fora das decisões. Os responsáveis precisam entender que um universo de possibilidades pode deslumbrar uma criança que está descobrindo o mundo.

Assim, conscientize seus filhos sobre a importância da atenção ao uso. Não faça com que eles se enfureçam, mas explique cada atividade realizada para substituir o tempo on-line e a necessidade de atividades presenciais e hábitos saudáveis.

Equilíbrio entre tradição e inovação

Um fator que muitos responsáveis por crianças costumam ignorar é que as crianças precisam de atividades e distrações. Elas ficam entediadas com frequência e tendem a recorrer a atividades on-line, como jogos e vídeos.

Não force as crianças a saírem do computador ou a largarem o celular simplesmente porque parece certo. Mas porque elas terão atividades, brincadeiras, dinâmicas e um tempo prazeroso de diversão e aprendizado com sua família.

Saiba aproveitar as brincadeiras tradicionais, para que não percam espaço ou caiam no esquecimento, mas também equilibre com as novas tecnologias para influenciar no desenvolvimento. A partir disso, a criança passa a entender a importância de saber lidar com “o melhor dos dois mundos”, sem ficar dependente ou apática.

O equilíbrio é necessário, porque assim como em qualquer atividade, o uso de tecnologia apresenta benefícios e malefícios. Logo, é possível saber lidar de forma saudável com as partes boas e ruins. Conheça-as abaixo:

Benefícios do uso saudável

Há muitos benefícios na utilização da conexão on-line e das tecnologias atuais, tais como:

  • Aprendizado lúdico;
  • Aquisição de raciocínio lógico;
  • Estímulo da concentração;
  • Novos conhecimentos;
  • Noção de independência;
  • Desenvolvimento cognitivo.

Malefícios do uso excessivo

Em contrapartida, existem diversas desvantagens em caso de uso excessivo da conexão digital, por exemplo:

  • Desenvolvimento de questões psicológicas e transtornos, como ansiedade, impulsividade, depressão, isolamento, insegurança etc;
  • Ciberbullying;
  • Sedentarismo;
  • Solidão;
  • Dependência.

Em suma, as brincadeiras tradicionais e as novas tecnologias podem coexistir em paz. Para isso, basta equilíbrio e supervisão por parte dos responsáveis e compreensão por parte dos filhos.

E então, gostou das nossas dicas? Fique por aqui! Só no Tudo Educação você encontra mais delas, além de explicações e informações sobre o tema. Não perca tempo!

Fique por dentro

Receba as novidades no seu e-mail.

icone newsletter
banner lateral

Encontre o plano ideal para você.

Veja os planos